Superbird 32

▼ Baixar Agora
Superbird 5.00/5 1 voto

data de atualizaçãoAtualizado em 21 de janeiro de 2014
Tamanho do arquivo38,30 MB
LicençaGratuito
PlataformaWindows, Windows 7, Windows 8, Windows Vista, Windows XP
Contador de downloads2,439 downloads
 
Navegador reúne todos os pontos fortes do Google Chrome e adiciona opções avançadas de segurança e privacidade.

O Google Chrome é certamente um dos browsers mais famosos que existem atualmente. Seu sucesso decorre principalmente de sua interface descomplicada, grande número de add-ons, carregamento veloz e opções de personalização.

Contudo, o que muitos não sabem é que o navegador envia um grande número de informações pessoais – como a URL dos sites que você visita e informações de login inseridas em serviços online – e armazena-as em bancos de dados.

Foi pensando nisso que o Superbird foi criado. Trata-se de um navegador completamente gratuito e desenvolvido com o mesmo código aberto do Chrome original, resultando assim em um software com exatamente a mesma interface e funcionalidades do popular browser da Google. O diferencial, contudo, fica na privacidade dos dados do utilizador, que não são enviados para quaisquer servidores e são criptografados automaticamente.

O Superbird é uma reprodução fiel do Google Chrome, não apresentando quaisquer diferenças visuais ou técnicas – excetuando a presença do logotipo próprio, como mostrado na imagem acima. De resto, o navegador possui as mesmas características do browser desenvolvido pela Gigante das Buscas. O Superbird inclusive suporta todos os aplicativos da Chrome Web Store e permite sincronização de dados com a utilização de contas Google, além de ter compatibilidade com temas e adições visuais planejadas para o Chrome.

Contudo, por ter foco na segurança e na privacidade dos utilizadores, o Superbird vem configurado com o DuckDuckGo – um motor de buscas que não rastreia ou armazena dados pessoais de quem o utiliza – como serviço de pesquisa-padrão, ou até mesmo recorrer ao Yandex. Caso você queira, contudo, é possível desativá-los e utilizar o Google normalmente.